You are currently viewing Investidores estão otimistas com shoppings e projetam alta superior a 5% para ações, aponta pesquisa

Investidores estão otimistas com shoppings e projetam alta superior a 5% para ações, aponta pesquisa

Pesquisa feito pelo JP Morgan com investidores e outros agentes do mercado financeiro trouxe uma visão otimista para os shopping centers em 2022 e perspectivas positivas para o desempenho das ações do setor. Do total de entrevistados, 43% acreditam que as os papéis devem apresentar valorização entre 5% e 15% este ano. Outros 21% apostam alta superior a 15%. Apenas 6% dos participantes disseram acreditar que o setor deve ter uma baixa no período.

O último dado de vendas do varejo, referente à novembro do ano passado, veio acima das expectativas e 53% dos entrevistados acreditam que os dados são o principal motivo para olhar mais de perto para as administradoras dos shoppings.

Mais da metade dos participantes da pesquisa acreditam que as receitas com aluguéis mesma lojas (cobrado dos estabelecimentos que estão no shopping há pelo menos de um ano), indicador de eficiência, deve crescer entre 5% e 15%. Outros 22% dos entrevistados apostam em alta superior a 15%.

Além disso, 39% dos participantes da pesquisa acreditam que as vendas dos lojistas dos shoppings devem crescer de 5% a 10% no período. Outros 13% dos entrevistados, projetam vendas acima disso.

Mais da metade das pessoas que participaram do levantamento também esperam crescimento na margem Ebitda das companhias (acima de 1 ponto percentual em relação a 2019) e apenas 11% dos entrevistados projetam queda.

Para 39% dos participantes, a melhor estratégia das administrados para competir com o e-commerce – segmento que ganhou vantagem durante a pandemia – é conectar com market places que já estão na ativa. Outros 30% creem que a solução é aumentar o oferta de serviços e entretenimento nos shoppings.

Essa pesquisa foi feita com base em respostas de 50 investidores brasileiros, estrangeiros e especialistas do setor. Além de responderem a 12 perguntas sobre suas perspectivas para o segmento, os entrevistados escolheram suas empresas favoritas dentre cinco companhias listadas: Multiplan (MULT3), Iguatemi ([ativo=IGT11]), br Malls (BRML3) e Alliansce Sonae (ALSO3).

A mais citada foi Multiplan (MULT3) – 49% dos entrevistados acreditam que a performance da empresa seja acima da média em 2022. A segunda preferida dos participantes da pesquisa foi Alliansce Sonae (ALSO3), com 23% dos entrevistado apostando em um desempenho outperform da companhia.

“Nós reiteramos Multiplan (MULT3) como nossa principal escolha dada a qualidade do ativo, segundo por Alliansce Sonae (ALSO3), por conta de seu valuation barato”, escreveram os analistas do JP Morgan.

O banco tem recomendação overweight para as ações MULT3 com preço-alvo de R$ 25 ao final de 2022 (atualmente o papel é negociado na faixa dos R$ 20). Para ALSO3, que também tem recomendação overweight, o preço-alvo é de R$ 28 (um potencial de valorização de mais de 26%).

A grande maioria dos entrevistados (77%) acredita que o setor de shoppings teve desvantagem em relação ao Ibovespa no ano passado, mesmo com a reabertura do comércio, por conta dos sucessivos aumentos nas taxas de juros da economia.