You are currently viewing Comércio torce pelo frio para aumentar as vendas

Comércio torce pelo frio para aumentar as vendas

A anunciada onda de frio animou o comércio carioca que torce por um inverno mais rigoroso para aquecer as vendas e estima um crescimento de 2,5% se a temperatura realmente continuar caindo. É o que mostra a pesquisa do CDLRio e do SindilojasRio, que ouviu 250 lojistas do Centro e das Zonas Norte, Sul e Oeste.

Segundo Aldo Gonçalves, presidente do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio e do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Rio de Janeiro – SindilojasRio, o frio ajuda a incrementar a venda de roupas de inverno, sapatos, botas e artigos como cachecóis, luvas, gorros e acessórios, além de edredons, colchas e cobertores.

“O comércio precisa urgentemente recuperar-se. As datas comemorativas do primeiro trimestre não confirmaram as expectativas de crescimento apontadas pelos institutos de pesquisas especializados em comércio varejista”, disse ele.

A pesquisa mostra que, com a queda da temperatura, 80% dos lojistas esperam aumento nas vendas e 20% dizem que serão iguais às do ano passado. Dos comerciantes ouvidos, 82% afirmaram que a mudança do clima influencia bastante as vendas e que a expectativa é que 62% dos consumidores procurem por artigos de vestuário, como casacos, moletons e camisas de manga comprida, e 38% busquem por meias, cachecóis, segunda pele, luvas, gorros, edredons e cobertores.