You are currently viewing De olho na conta de água

De olho na conta de água

Comerciantes do Centro se reuniram, nesta segunda-feira (8/8), na sede do SindilojasRio, com o coordenador da secretaria estadual de Defesa do Consumidor, Alexandre Meireles, para discutir problemas causados pela empresa Águas do Rio, responsável pela distribuição hídrica da cidade desde o fim do ano passado.

Meireles se comprometeu a buscar soluções para resolver os principais problemas apontados pelos lojistas: cobranças excessivas e feitas por estimativa, discrepância de valores, contas exorbitantes de imóveis fechados e até de matrículas que estão suspensas. “Vamos convocar um representante da Águas do Rio para dialogar”, declarou. Ele destacou que é muito importante que os comerciantes registrem todas as reclamações por e-mail, chat ou pelo aplicativo da empresa. “E é importante também conferir se as últimas três ou quatro contas estão em progressão, além de checar o medidor.  Outra providência cabível é solicitar a troca do medidor”, lembrou.

Já o coordenador da área Cível do Núcleo Jurídico do SindilojasRio, Carlos Eduardo Pires, alertou que, na falta de hidrômetro ou defeito no seu funcionamento, a cobrança pela água deve ser feita pela tarifa mínima, sendo vedada a cobrança por estimativa, conforme súmula 152 do Tribunal de Justiça.

Participaram da reunião lojistas de diversos polos do Centro: Saara, Confeitarias Tradicionais, da Praça XV, da Praça Mauá e do Rio Antigo.

A gerente do Núcleo Jurídico do SindilojasRio, Elizabeth Guimarães, agradeceu a presença de todos, ressaltando que “o SindilojasRio, a verdadeira Casa dos Lojistas há quase 90 anos, está à disposição dos comerciantes para esta e outras causas importantes para o setor”.