You are currently viewing Rio tem 192 linhas de ônibus inoperantes, e caos atinge até atividades econômicas

Rio tem 192 linhas de ônibus inoperantes, e caos atinge até atividades econômicas

Dados da Secretaria municipal de Transportes (SMTR) mostram que, das 494 linhas cadastradas, 192 sumiram das ruas (39%) e 71 (14%) são consideradas críticas. Para evitar a debandada dos ônibus, em 19 de outubro de 2021, com o uso do GPS, a prefeitura passou a multar automaticamente aquelas empresas que estão circulando com a frota menor do que a determinada. Até o último dia 15, foram 38.220 infrações — em média, 258 por dia —, que somam R$ 81 milhões, aplicadas a 374 linhas. Mas nada mudou.

— Todas as empresas recorreram, dentro do prazo, e as multas ainda não foram pagas — diz Bernardo Serra, subsecretário de Planejamento da SMTR.

Em setores da economia, a crise na oferta de ônibus no Rio já afeta inclusive o mercado de trabalho. O presidente do Sindicato dos Bares e Restaurantes (SindRio), Fernando Blower, estima que em meio ao aquecimento do mercado com o relaxamento das medidas de isolamento social quase a metade das entrevistas de emprego termina sem a contratação de garçons, auxiliares de cozinha e cozinheiros, devido às dificuldades de mobilidade nos períodos noturno e da madrugada:

— A pessoa quer o emprego, mas desiste por não ter condições de voltar para casa.

Cadeia produtiva

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio (SindilojasRio) e do Clube de Diretores Lojistas (CDLRio), Aldo Gonçalves, observa que a qualidade do transporte acaba por interferir na cadeia produtiva:

— A questão não se limita ao funcionário que pode levar quatro horas para ir e voltar do trabalho. Se ocorre uma paralisação, como no BRT, ou irregularidades na operação, o cliente não vai até as lojas, interferindo no faturamento.

O problema afeta ainda a rede hoteleira. O presidente do Sindicato dos Meios de Hospedagem (Sindhotéis-RJ), Alfredo Lopes, afirma que muitos estabelecimentos estão antecipando os horários de saída de funcionários:

— Estamos flexibilizando. Tem empresa disponibilizando carros para levar funcionários, e muitos estão dividindo corridas por aplicativos.

Fonte: Jornal Extra

Leia na íntegra: https://extra.globo.com/noticias/rio/rio-tem-192-linhas-de-onibus-inoperantes-caos-atinge-ate-atividades-economicas-rv1-1-25440436.html